Tag Archives: Carlos Fiolhais

Imagem

Frase vencedora do Passatempo “Pipocas com telemóveis…”

Em Novembro lançámos aqui o desafio para um passatempo que valia um exemplar do livro Pipocas com telemóvel e outras histórias de falsa ciência, de David Marçal e Carlos Fiolhais (Gradiva, 2012). Feita a selecção, aqui fica a frase vencedora e a compilação de todas as participações.

O nosso muito obrigado aos fantásticos participantes e aos autores da obra que nos proporcionaram e colaboraram com o passatempo.

Publicado por Sílvio Mendes

Passatempo “Pipocas com telemóvel…”: Oferecemos um exemplar à resposta mais criativa


Os telemóveis emitem radiações micro-ondas. Mas poderão as radiações dos telemóveis transformar grãos de milho em pipocas? A resposta é clara: não. A explicação dá origem a uma das histórias do livro sobre pseudociência “Pipocas com telemóvel e outras histórias de falsa ciência”, recentemente editado pela Gradiva.

Temos um exemplar do livro para oferecer a quem nos der a resposta mais original sobre outras mirabolantes refeições que (não) possam ser confeccionadas usando as radiações dos telemóveis.

A resposta* mais criativa e cientificamente (i)lógica ganha um exemplar. O júri é constituído por David Marçal e Carlos Fiolhais, dois cientistas escolhidos aleatoriamente e que até são os autores da obra.

* Para participar, deverá fazer um comentário neste post e/ou enviar um e-mail com a resposta para info@viveraciencia.org, com o título: “Passatempo Pipocas com telemóvel”.

Estamos também a aceitar participações nas nossas contas Facebook, Google + e Twitter (usar hashtag: #falsaciência) . Apenas serão consideradas válidas as propostas enviadas até à próxima terça-feira, dia 27 de Novembro (inclusive).

Ronda rápida por blogues de ciência (3): 2011 e os livros de divulgação de ciência em português

O divulgador de Ciência, António Piedade, apresenta uma lista de livros portugueses dedicados à divulgação de ciência e publicados em 2011. No Blogue De Rerum Natura, Piedade expões as suas escolhas e não lhes poupa elogios: «2011 deu à estampa alguns volumes que vão ficar (já estão) na galeria dos melhores livros de sempre de divulgação de ciência em língua portuguesa».
Vejamos então quais as obras que destacou:

:: “Haja Luz! – Uma história da Química através de tudo”, Jorge Calado, Imprensa do Instituto Superior Técnico

:: “A História Química de uma Vela, Michael Faraday, (Tradução e anotações de Sérgio Rodrigues e Maria Isabel Prata; Prefácio de Sebastião Formosinho), Imprensa da Universidade de Coimbra,

:: “Breve História da Química, Regina Gouveia, Editora 7 dias, 6 noites

:: “Dicionário de Geologia”,
A.M. Galopim de Carvalho, Âncora Editora
“Estas máquinas chamadas Mundos”, Eduardo Ivo Alves, Imprensa da Universidade de Coimbra;

:: “A Aventura da Terra – Um planeta em evolução
, Vários autores (Coordenação: Maria Amélia Martins-Loução), Esfera do Caos

:: “Pelo sistema solar vamos todos viajar
, Regina Gouveia, Gatafunho

:: “Vida no Universo, João Lin Yun, Editorial Presença

:: “O Grande Inquisidor
, João Magueijo, Gradiva

:: “Egas Moniz. Uma biografia
, João Lobo Antunes, Gradiva.

:: “Migrações: das Células aos Cientistas
, Coordenação Maria de Sousa, Esfera do Caos

:: “Uma Tampa para cada Tacho – Conflitos Genéticos e Evolução
, Francisco Dionísio, Bizâncio

:: “Darwin aos Tiros e outras Histórias de Ciências
, Carlos Fiolhais e David Marçal, Gradiva

:: “Casamentos e Outros Desencontros
, Jorge Buescu, Gradiva

Alguns leitores do post reclamam também a inclusão na lista de um livro do próprio António Piedade. Aqui fica ele:

:: “Caminhos de Ciência
, António Piedade, Imprensa da Universidade de Coimbra

No post original, António Piedade chama a atenção para a subjectividade deste tipo de listas sempre incompletas e convida os leitores a darem o seu contributo, complementando-a. Deixamos aqui também o mesmo desafio.

Publicado por Sílvio Mendes

Concurso Famelab Portugal entra na fase final: Já escolheu o seu comunicador de ciência favorito?


É já no próximo sábado, 8 de Maio, que ficaremos a conhecer o representante português do FameLab, Concurso Internacional de Comunicação Científica. A grande final lusa está marcada para as 17h30, no Pavilhão do Conhecimento – Ciência Viva, em Lisboa, e põe frente a frente os dez finalistas do concurso.

O vencedor irá representar Portugal na Final Internacional do FameLab, marcada para 12 de Junho, no Cheltenham Science Festival, no Reino Unido.
E quem escolhe o vencedor? Um júri, composto por António Granado (jornalista e professor de Comunicação Social), Carlos Fiolhais (Professor universitário e divulgador de ciência), Maria Mota (investigadora e presidente da Associação Viver a Ciência) e Nuno Crato (Professor universitário e divulgador de ciência).

O evento abre as portas ao público (inscrição gratuita aqui) e será transmitido em directo no canal on-line Ciência Viva TV.

Veja como se portaram os dez finalistas nas semi-finais e escolha já o seu favorito (sem que isso implique que não possa mudar de ideias):

:: Alexandre Aibéo (Professor no Instituto Politécnico de Viseu)
:: André Fonseca (Técnico superior de 1ª classe no Departamento de Engenharia do Ambiente da Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Leiria)
:: Carlos Silva (Estudante de Engenharia Biológica no Instituto Superior Técnico em Lisboa)
:: Maria Manuel Afonso (Estudante no Mestrado Integrado em Medicina Veterinária, no Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar – Universidade do Porto)
::  Maria João Fonseca (Doutoranda no ensino de biotecnologia, na Faculdade de ciências da Universidade do Porto (FCUP) e no Instituto de Biologia Molecular e Celular (IBMC))
:: Marta Rodrigues (Estudante de Biologia, na Universidade de Aveiro)
:: Pedro Morouço (Doutorando em Ciências do Desporto, no Instituto Politécnico de Leiria)
:: Rogério Martins (Professor e investigador no Departamento de Matemática, Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade Nova de Lisboa)
:: Rui Castanhinha (Investigador da Universidade Nova de Lisboa e Museu da Lourinhã)
:: Telmo Santos
(Mestrando em Bioquímica da Universidade de Coimbra)

Publicado por Sílvio Mendes

“Por uma cultura científica” ou a actualidade de um texto do “tempo antes dos blogues”


Vale a pena passar pelo De Rerum Natura e ler um texto assinado por Carlos Fiolhais e Guilherme Valente, escrito no “tempo antes dos blogues” mas com uma actualidade espantosa. Aqui fica um aperitivo, mas recomenda-se dose completa.

«Podemos mudar a nossa cultura! Ela está de resto a mudar, com a abertura inevitável ao exterior, com a generalização do espírito científico, mas é uma mudança lenta demais por causa das resistências interiores que enfrenta. Precisamos, urgentemente, de uma nova cultura. Necessitamos de dar à mudança, baseada na cultura científica e iniciada na escola, todos os contributos, individuais e colectivos, que pudermos.

Será pouco? Pode ser muito. É tudo.»

Publicado por Sílvio Mendes