Sete novas espécies de Osga: taxonomia integrativa e conservação

A espécie constituiu a unidade elementar da taxonomia, e tem uma papel central na conservação da natureza. A sua importância neste campo é ilustrada pelas Listas Vermelhas, listas do estado de ameaça de espécies, que em vários países accionam iniciativas de recuperação e conservação. Pode argumentar-se que o habitat deveria constituir a unidade de conservação, pois de forma inclusiva protege várias espécies, suas interacções e as funções ecológicas desempenhadas pelo sistema em que estão integradas. Mas a espécie continua a ser mais apelativa. Algumas espécies-bandeira funcionam como foco, permitindo a conservação do seu habitat, por vezes considerável, como é o caso do Panda.

Ao longo dos últimos sete anos, Lee Grismer, herptólogo da Universidade La Sierra – que já descobriu mais de cem novas espécies – juntamente com seus colaboradores, exploraram as selvas remotas do Sudeste Asiático, do Sul da Tailândia até à península da Malásia e descobriram várias espécies. Os gecos, ou osgas, foram inicialmente classificados sob um nome científico, Cyrtodactylus pulchellus.

Cyrtodactylus pulchellus

Cyrtodactylus pulchellus

No seu livro, «Lizards of Peninsular Malaysia, Singapore and their Adjacent Archipelagos», publicado o ano passado, Grismer notou diferenças anatómicas entre sete grupos de osgas. Tinha vários espécimenes em laboratório, preservados em formal. A preservação em formal dificulta a extracção de DNA a partir do tecidos, pelo que foi necessário recolher novas amostras de tecidos para fazer uma análise molecular da espécie.

Gismer e colegas, incluindo cientistas da Malásia, voltaram à região e recolheram as amostras a partir de osgas em cavernas profundas, florestas nebulosas e ilhas remotas. Usando taxonomia integrada – forma moderna de taxonomia que combina vários tipos de informação –, combinando medições do corpo, padrões de cor, e informação molecular,  o grupo de Grismer pôde confirmar que Cyrtodactylus pulchellus era efectivamente um complexo constituido por 7 espécies, tendo publicado os seus resultados em Outubro passado na revista Zootaxa.

A informação da presença de novas espécies é passada para grupos de conservação e dos parques, que usam esta informação para pressionar o governo a tomar medidas de conservação. A descrição de novas espécies, por Grismer, já contribuiu para parar o desenvolvimento de um aeroporto na pequena ilha paradisíaca de Tioman, e mitigar a construção de um teleférico na Montanha de Bintang, no noroeste da Malásia.

Grismer, LL et al. 2012. A phylogeny and taxonomy of the Thai-Malay Peninsula Bent-toed Geckos of the Cyrtodactylus pulchellus complex (Squamata: Gekkonidae): combined morphological and molecular analyses with descriptions of seven new species. Zootaxa 3520: 1–55.
[Este artigo faz parte de uma série dedicada à biodiversidade e descoberta de novas espécies.]
Publicado por André Levy

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s