Os Sons da Ciência (25): A importância de 1,7 mil milhões de anos-luz

O Amor sempre foi um tópico de inspiração para muitas canções de variados géneros musicais. Mas como se descreve o quanto se ama alguém? Muitas vezes não se descreve, compara-se e extrapola-se para outras situações. E é disso que vive a letra da música  Nine Million Bicycles – do álbum Piece by Piece (2005) – interpretada por Katie Melua. Uma das estrofes reporta que embora o tamanho do Universo seja estimado, de uma coisa ela tem a certeza: ela irá para sempre amar o sujeito da música.

We are twelve billion light years from the edge,
That’s a guess,
No-one can ever say it’s true
But I know that I will always be with you

Bonito sim senhor… até que Simon Singh reparou na imprecisão dos factos. Simon é autor de vários livros, incluindo do Big Bang, um livro sobre a origem do Universo, e colunista do Guardian.

Katie Melua gravou posteriormente uma versão alternativa da música escrita por Simon:

We are 13.7 billion light-years from the edge of the observable universe; that’s a good estimate with well-defined error bars/and with the available information, I predict that I will always be with you

Curiosidade: Katie Melua pertenceu ao clube de astronomia da escola que frequentou.

Publicado por Sílvia Castro

2 responses to “Os Sons da Ciência (25): A importância de 1,7 mil milhões de anos-luz

  1. Pingback: Tweets that mention Sons da Ciência (25): A importância de 1,7 mil milhões de anos-luz | -- Topsy.com

  2. Muito giro!!!!! Gostei imenso !

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s