Os Sons da Ciência (22): Experiências com lábios flamejantes

Os Sons da Ciência destacam esta semana Race for the Prize, o primeiro single do álbum The Soft Buletin (1997) dos The Flaming Lips.

Desde a sua formação em 1983, os temas relacionados com a Ciência e Saúde têm estado patentes, directa ou indirectamente, no percurso musical dos The Flamming Lips. Podemos encontrar na sua discografia títulos como The Observer, instrumental do último trabalho editado Embryonic (2006), The Abandoned Hospital Ship, Telepathic Surgery, entre outros.

Além disso, eles próprios são uns experimentalistas (musicais e não só). Um exemplo fantástico é a Parking lot experiment realizada em Oklahoma. Cerca de 40 voluntários ordenaram 40 carros em posições específicas dentro de um parque de estacionamento e, ao mesmo tempo, colocaram em cada carro uma cassete com um som diferente, dando origem a uma experiência sonora única. Neste vídeo podemos ouvir a opinião de alguns dos participantes na experiência de 1996, bem como as explicações do vocalista Wayne Coyne.

Hoje,  no Race for the Prize, escutamos a história de dois cientistas que lutam (contra o tempo ou um contra o outro, depende do ponto de vista) para alcançar uma cura, mas no fundo são “só” humanos, com mulheres e filhos.

Curiosidade nº1: O álbum  In a priest driven ambulance (1990) foi gravado na “State University of New York”.

Curiosidade nº2: Wayne Coyne encantado com um modelo dum cérebro da “Guerilla Science” no Verão de 2010

Race for the prize

Two scientists were racing
For the good of all mankind
Both of them side by side
So determined
Locked in heated battle
For the cure that is their prize
But it’s so dangerous
But they’re determined

Theirs is to win
If it kills them
They’re just humans
With wives and children»

Publicado por Sílvia Castro

2 responses to “Os Sons da Ciência (22): Experiências com lábios flamejantes

  1. Olá tod@s,
    repasso agora uma dica de artes plásticas. Há um artista brasileiro que trabalha bastante com a interface entre ciência (principalmente biologia) e fantasia. Anatomia de seres que não existem, caixas de música com esqueletos de bailarinos… Vale a pena dar uma olhada: http://www.walmorcorrea.com.br/

  2. Olá Nathan!

    Mais uma excelente sugestão. A ver se lhe damos destaque também um dia destes aqui no blogue. Adorei os trabalhos do Walmor.

    Um abraço,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s