Forma de vida com forma diferente de DNA

(Não quero repetir discussões sobre a definição de Astrobiologia, mas a ANSA está de parabéns pelo o seu departamento de relações públicas.)

Lago Mono

Lago Mono

Segundo entendi da conferência de imprensa da NASA, foi encontrado no Lago Mono na Califórnia (na Terra, portanto), micro-organismos que não só sobrevivem na ausência de fósforo (P) e presença de arsénio (As) . Mais, o arsénio substitui o P na coluna vertebral do DNA.

Isto é de facto incrível e um descoberta relevante. Sem dúvida. Abre as portas sobre possíveis estruturas de DNA e sobre a possibilidade de existência de bio-moléculas e vida, noutros planetas, com condições diferentes (o que uma oradora referiu como ampliar o conceito de condições propícias para o aparecimento de vida, ou habitabilidade), mas não consiste em prova concreta da existência de vida extra-terrestre. Para mim, sobretudo, acrescenta a conceito da diversidade da vida na Terra.

Como biólogo da vida na Terra, a pergunta mais interessante, é saber se isto implica uma segunda raíz da vida, ou uma ramo da árvore da vida conhecida que evoluiu, em condições particulares, para ter uma molécula de DNA diferente? A cientista da NASA, Felisa Wolfe-Simon, terminou a sua apresentação indicou que estas bactérias fazem parte da mesmo, única, árvore da vida na Terra.

Publicado por André Levy

5 responses to “Forma de vida com forma diferente de DNA

  1. Olá,

    Gostei do texto!!! :-)
    Podem ler mais sobre isto, aqui:
    http://astropt.org/blog/2010/12/02/nasa-descobre/

    abraços!
    Carlos Oliveira

  2. A meu ver os pontos fundamentais que resultam desta descoberta podem ser os seguintes:
    Mesmo com um ambiente primordial diferente do esperado ( isto é, com os elementos primordiais básicos da vida como o carbono, o azoto, a água e o fósforo) a vida arranja uma solução, e o que resta descobrir é se a inclusão de arsénico nas chamadas bases fosfatadas, se dá desde o inicio, ou se é um inclusão ou substituição realizada por falta de Fósforo. ( de um modo físico o Fósforo e o Arsénio tem grande semelhança a nível de dimensões e estrutura).
    Se se verificou uma “substituição” isto resultará de uma adapataçao funomenal que vai de acordo com a ideia de que “ a natureza arranja sempre uma solução”.
    Se por outro lado as cadeias de ADN foram construídas desde “sempre” com o arsénio , a conclusão pode ser muito “maior” e indicar-nos que o ADN e todos os procedimentos que levam a biositese por ADN ( que são a esmagadora maioria) é o modo mais eficaz e quem sabe até mais universal de “criação de vida”.
    Abre a porta para novas definição de vida, deixa de ser pragmático os elementos constituintes da vida ( Carbono, Oxigénio e etc) e a vida ( como no caso das cianobacterias) pode ter outros artifícios e adaptações.
    A nível astrobiologico, demonstramos que muito possivelmente será uma vida molecular muito diferente que será encontrado no universo, metabolismos estranhos aos nossos olhos, mas que revelaram a mesma eficácia…e resta saber se continuaram a usar a estrutura de dupla hélice de agora se expande, deixa de ser tão simples e lança para o mofo das bibliotecas os livros que ainda ontem eram as bíblias da bioquímica.

  3. O artigo da AstroPT está muito bom.. acabei por ficar a pensar sobre estes extremófilos… Afinal a origem da Vida na Terra está nestes ambientes extremos de temperatura e pressão. Pensar como seriam estes primeiros organismos é um grande desafio.. E com esta descoberta (re)afirma-se a adaptabilidade e imaginação da Natureza.

    Mas, Jaime, “lança para o mofo das bibliotecas os livros que ainda ontem eram as bíblias da bioquímica” é um bocado extremo hem? :) Verdade que os paradigmas são muitos, e o mofo parece surgir exponencialmente, mas, na minha opinião, as bíblias vão continuar a ser”rezadas” por mais uns bons anos.. ;)

  4. Pingback: Vida com arsenato refutada |

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s