Os Sons da Ciência (6): Manifesto ecológico num “pé de catraia em óleo sujo à beira mar”


Editado em 1977, o quarto álbum de Fausto Bordalo Dias –Madrugada dos trapeiros – contém um tema que, para muitos, se assumiu como o primeiro grande manifesto ecológico da música portuguesa. Podemos defender que sim e o seu contrário, mas melhor mesmo é ouvir este extraordinário tema – Se tu fores ver o mar (Rosalinda) de um dos mais inspirados cantautores da história da música portuguesa.

Se Tu Fores Ver o Mar (Rosalinda)

«Rosalinda
se tu fores à praia
se tu fores ver o mar
cuidado não te descaia
o teu pé de catraia
em óleo sujo à beira-mar

a branca areia de ontem
está cheiinha de alcatrão
as dunas de vento batidas
são de plástico e carvão
e cheiram mal como avenidas
vieram para aqui fugidas
a lama a putrefacção
as aves já voam feridas
e outras caem ao chão

(…)

Em Ferrel lá p´ra Peniche
vão fazer uma central
que para alguns é nuclear
mas para muitos é mortal
os peixes hão-de vir à mão
um doente outro sem vida
não tem vida o pescador
morre o sável e o salmão
isto é civilização
assim falou um senhor
tem cuidado.»

Publicado por Sílvio Mendes

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s