Literatura e Ciência (19): Jorge Sousa Braga e uma crença “cada vez mais ténue” nas ciências tradicionais


«Deixara de acreditar nas ciências tradicionais, desde que se sentara em frente de uma montanha e gritara morango e a montanha lhe devolvera cinquenta alperces, e ele gritava vermelho e a montanha lhe devolvera rosa rosa rosa, uma rosa cada vez mais ténue.»

Jorge Sousa Braga, O poeta nu [poesia reunida]

Publicado por Sílvio Mendes

One response to “Literatura e Ciência (19): Jorge Sousa Braga e uma crença “cada vez mais ténue” nas ciências tradicionais

  1. Nome: maíra barbosa

    E-mail: mairabarbosa43@yahoo.com.br

    Cidade: leme do prado

    Estado: MG

    Mensagem: Tenho 18 anos, sou estudante de Ciências Econômicas, apaixonada por ciência, história, direito, literatura, computação, economia e tecnologia. Eu gostaria de epedir que me enviassem títulos concedidos como cortesia, gosto muito de ler e ficaria muito agradecida se me ajudarem. Meu endereço: Nome: Maíra Barbosa Rua Rafael de Souza, Acauã, Leme do Prado-MG Cep 39655-000

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s