Literatura e Ciência (18): O que é que a Grécia tem? “Tudo”, diz alguém


Apaixonante livro de História, escrito (a pensar nos mais pequenos) por E. H. Gombrich e, às páginas tantas, uma quase declaração de amor pela Grécia Antiga. Em que ano estamos? Algures a partir de 444 a.C., num governo de Péricles.

«Já te ouço a perguntar: «Mas o que é que eles fizeram que fosse assim tão fabuloso?» Só tenho uma resposta: «Tudo». Havia no entanto duas coisas que tinham mais interesse para eles e que eram a verdade e a beleza.
(…)
Os Jónios das colónias já reflectiam há muito tempo sobre a matéria de que era realmente feito o mundo e sobre qual podia ser a causa de todos os fenómenos e acontecimentos.
É a este tipo de reflexão que se chama filosofia. No entanto, em Atenas, a reflexão – ou o filosofar – desenvolveu-se muito mais. Os Atenienses queriam saber como deviam agir as pessoas, o que era o bem e o que era mal, o que era justo e o que era injusto. Queriam encontrar uma explicação para a existência humana e descobrir a essência de todas as coisas. (…) Não se limitavam a imaginar o mundo de uma maneira diferente, viam-no de facto com olhos diferentes».

E. H. Gombrich, Uma Pequena História do Mundo

Publicado por Sílvio Mendes

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s